Qual a Tendência da Avaliação de Desempenho

Post nº 128

Avaliar Desempenho é um dos processos mais difíceis dentro das organizações. Um tema que deve ser monitorado de perto para  identificarmos qual a tendência da Avaliação de Desempenho…

harvardA Harvard Business Review é uma publicação escrita para líderes mundiais…

Por meio dela, respeitados autores e pensadores do mundo corporativo abordam temas atuais de Gestão. Seus artigos despertam profundas reflexões acerca das práticas de gestão no mundo globalizado.

Recente, dois artigos dessa publicação se referiram à Avaliação de Desempenho: um, é da autoria de Ben Dattner, um coach executivo e consultor de desenvolvimento organizacional; o outro, da lavra de Graham Kenny, diretor de uma consultoria especializada em medida de desempenho.

Neste post, quero compartilhar com você, meu caro leitor, alguns recortes desses artigos, Vamos lá?

→ Não é fácil avaliar ‘as dinâmicas emocionais e interpessoais’ e, ao mesmo tempo, as metas. É difícil e complexo buscar o equilíbrio dessas duas medidas;

→ Ao abordar o desempenho,  o foco deve ser o comportamento do funcionário ou o que ele faz?  Para Ben Dattner, “vale tentar encontrar um equilíbrio entre os aspectos comportamentais relacionados com o desempenho e o sentimento geral ou a impressão de que os outros têm a partir disso”;

→ A chave para a Avaliação de Desempenho é a preparação;

→ Antes de começar reveja se objetivos e metas estão alinhados;

→ Seja mais assertivo em suas percepções;

→ Ao elaborar o formulário, tenha claro o que você deseja: focar no desempenho individual, nas relações interpessoais, no comportamento ético, na oportunidade de aprendizagem etc;

→ Um detalhe importante: se a avaliação foca somente em resultados e fatos específicos, é interessante incluir um relatório holístico; do contrário, se a avaliação é mais abrangente, no relatório é bom se referir a situações mais concretas, mais específicas;

→ Quando o foco é o desempenho individual, no momento do feedback, considere situações ou fatos determinados, contextualize… quando é mais específica e focada em fatos, o funcionário tem a impressão que a avaliação é mais justa, mais equilibrada;

→ “Os melhores sempre estão se esforçando para oferecer avaliações de desempenho e feedback mais acertados”…

E então? Faz a gente pensar, não é?

Fica com Deus,

Até o próximo post…

Com carinho,

Evilânia Macêdo ♥